Notícias

Gervásio Alves de Oliveira Júnior representa OAB/MS em solenidade da Medalha do Mérito Advocatício de MS ‘Jorge Antonio Siufi’

Data:

Mais de 20 profissionais foram homenageados pela atuação jurídica em Mato Grosso do Sul na noite desta segunda-feira (12) na Assembleia Legislativa. O Vice-Presidente Gervásio Alves de Oliveira Júnior participou da solenidade de entrega da Medalha do Mérito Advocatício de MS ‘Jorge Antonio Siufi’ representando a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS).

Gervásio saudou a mesa e cumprimentou os Deputados reconhecendo a importância da Comenda. “Vocês são companheiros de labuta da árdua profissão que é o exercício da advocacia. Como representantes que somos hoje da Ordem dos Advogados do Brasil, posso afirmar e referendar a todos o quão difícil é a advocacia, o quão importante é essa homenagem e esse reconhecimento à classe da advocacia”.

A homenagem, para o Vice-Presidente da OAB/MS, não reconhece apenas aqueles que as receberam, mas a toda a advocacia do Estado. “A advocacia que luta incansavelmente, com todas as intempéries, dificuldades, não só para a defesa de seus clientes na causa particular, mais do que isso, luta para que o estado democrático de direito seja obervado, o contraditório, a ampla defesa, o direito ao acesso a cidadania praticado institucionalmente pela classe dos advogados”.

Gervásio complementou: “Neste Mês da Advocacia, neste mês em que comemoramos a instalação dos cursos de direito no país, queremos render as homenagens da OAB a advocacia, a cidadania e dizer que enquanto o Estado, através do Poder Legislativo nesta solenidade, reconhecer a importância da advocacia, estará a permitir que ela seja independente, forte para proteger o próprio Estado que vocês estão aqui para lutar e envergar. Então, contem com a nossa advocacia, contem com nossa instituição para a defesa da sociedade”, concluiu sendo aplaudido.

A Defensora Pública Claudia Fassa, também Conselheira Seccional da OAB/MS, disse estar honrada por participar da solenidade de reconhecimento aos profissionais. “O advogado tem um compromisso, não só com seu cliente, mas com a cidadania, porque é através dele que nós podemos divulgar aquilo que é direito e dever. São duas vias que não podem ser suprimidas da vida em comunidade. São os meus direitos e meus deveres para que haja paz social. Nosso papel é esse e vossas excelências representam muito bem porque nós cuidamos do patrimônio financeiro, moral, material e ético das pessoas”, comentou desejando sucesso e sorte a todos.

Também participaram da mesa diretora da solenidade o Deputado Lídio Lopes, o Deputado Paulo Corrêa, o Secretário de Governo e Gestão Estratégica Eduardo Riedel, o Desembargador Alexandre Bastos e o Procurador de Justiça e Corregedor-Geral do MPMS Antônio Siufi Neto.

O Deputado Lidio Lopes (PATRI) foi o proponente da sessão solene para entrega da Medalha do Mérito Advocatício, realizada no Plenário Deputado Júlio Maia.

O Advogado José Valeriano falou em nome dos homenageados. São eles: José Valeriano de Souza Fontoura, Rodrigo Otano Simões, Osvaldo Nogueira Lopes, Gustavo Passarelli da Silva, Luiz Henrique Volpe Camargo, Renato Araújo Corrêa, Aristogno Espíndola da Cunha, Evander Vendramini, Laura Antônia Arguelho Lima Lorenz da Costa, Elaine de Araújo Santos, Étila da Silva Guedes, Daniel Castro Gomes da Costa, Lucas Gomes Mochi, Luiz Felipe de Medeiros Guimarães, Candido Burgues de Andrade Filho, Ary Sortica dos Santos, Rafael Campos Macedo Britto, Naudir de Brito Miranda, Rhiad Abdulahad, Josephino Ujacow, Henrique Lima, João Paulo Sales Delmonds, Bento Adriano Monteiro Dualibi, Oton José Nasser de Mello e Roberto Carlos da Silva.

Medalha

Jorge Antonio Siufi nasceu em Campo Grande, dia 13 de setembro de 1932, cursou os chamados primeiro e segundo graus na escola salesiana Dom Bosco, formou-se em Direito na Universidade Nacional do Rio de Janeiro, foi nomeado Promotor de Justiça da Comarca de Dourados, onde atuou entre 1961 e 1963, transferindo-se logo em seguida para Campo Grande.

Em 1964, foi nomeado advogado de Ofício na Auditoria Militar da União, pelo então presidente da República General Castelo Branco. Foi presidente da OAB em Campo Grande, professor da Faculdade Católica de Direito de Mato Grosso e Procurador-Geral Adjunto de MS, com a divisão do Estado, em 1979. Em 1980, como Procurador-Geral do Estado, foi convidado a integrar a Escola Superior de Guerra.

Seresteiro, cantou na Rádio Nacional do Rio de Janeiro nos anos 50 e 60 e compôs a letra do Hino do Estado de Mato Grosso do Sul, juntamente com o colega Otávio Gonçalves Gomes. Siufi gravou CD, publicou livros de crônicas e foi membro da Academia Sul-Mato-Grossense. Ele faleceu no dia 14 de março de 2011.