Notícias

No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, OAB/MS e TRT 24 lançam Curso de Acessibilidade ao PJe

Data:

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), e o Tribunal Regional do Trabalho 24ª Região lançaram na manhã desta terça-feira (3) o ‘Curso de Acessibilidade ao PJe’ para advogados e estudantes de Direito com deficiência visual. A assinatura de acordo de cooperação técnica para capacitação foi realizada em cerimônia em alusão ao Dia Internacional das Pessoas com Deficiência, no Fórum Trabalhista, em Campo Grande.

Participaram da solenidade o Presidente da Ordem Mansour Elias Karmouche, o Presidente da Subseção Costa Rica Adriano Martins, a Presidente da Comissão de Defesa do Direito das Pessoas com Deficiência e da Acessibilidade (CPDA) Rita Luz, membro da CPDA e membro da Comissão Nacional da Mulher Advogada Marcela de Araújo, o Presidente da Comissão Permanente de Acessibilidade e Inclusão do TRT da 24ª Região, Desembargador Marcio Vasques Thibau, a Juíza do Trabalho Déa Marisa Brandão Cubel Yule e o Representante da Presidência na Comissão de Acessibilidade e Inclusão do TJMS Odair José de Melo.

Ao fazer o uso da palavra, Mansour falou da importância do curso para a instituição, principalmente pelo lançamento ocorrer na data em que se comemora o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência. “É uma alerta que fazemos para toda a sociedade, especialmente para aqueles que custam entender a importância que essas pessoas têm para nós”, citou.

Mansour lembrou ainda que logo no início da primeira gestão sentiu falta da acessibilidade para cadeirantes na estrutura física da Ordem dos Advogados, problema que logo foi resolvido em respeito aos cidadãos. “Pensei: se uma pessoa não consegue chegar para conversar com um diretor dessa instituição, ela está falhando e não tem o seu valor. Louvo essa iniciativa aos nossos profissionais. O advogado é aquele que fala em nome de um terceiro, é quem defende os direitos das pessoas e a partir do momento que está habilitado, mas não pode fazer a defesa a Justiça, a Ordem e sociedade estão sendo falhas. O nosso objetivo é sempre aprimorar as instituições e todos podem continuar contando com a gente”, colocando-se a disposição.

Desembargador do TRT 24, Marcio Tibau explicou que o objetivo da capacitação é facilitar a vida das pessoas com deficiência visual. “Se não fizéssemos nada, essas pessoas continuariam na escuridão, sem a acessibilidade ao PJE. Desejo que esse curso seja de muito êxito para essas pessoas”, frisou.

A Juíza do Trabalho Déa Marisa Brandão Cubel Yule agradeceu o apoio e explicou o intuito do curso. “O objetivo é ampliar e oferecer essa capacitação aos advogados cegos brasileiros, dentro de uma política judiciária nacional, política essa já aprovada pelo CSJT (Conselho Superior da Justiça do Trabalho)”.

A Mostra contou ainda com exposição do Hino Nacional interpretado em libras, declamação de poemas em libras, músicas em voz e violão.

Curso de acessibilidade ao PJe

Em Mato Grosso do Sul, 85 advogados com alguma deficiência auditiva, visual, física ou motora estão inscritos na OAB/MS. Destes, 36 são deficientes visuais – cegos ou pessoas com baixa visão.

Para capacitar esses advogados, a Comissão de Defesa dos Direitos da Pessoa com Deficiência em parceria com o TRT fará curso nos dias 16 e 18 de dezembro.

As inscrições serão feitas até o dia 10 de dezembro, na Secretaria das Comissões da OAB, que fica na sede da instituição, na Av. Mato Grosso, 4.700. O único equipamento individual solicitado para o curso é um fone de ouvido com entrada P2.

Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (67) 3318 – 4723.