| | |
OABMS

Notícias

“A mudança começa aqui”, diz Mansour sobre cenário político atual em entrega de carteira
Data: 07/03/2018

Diante das últimas investigações da conduta do Presidente da República, Michel Temer, Mansour Elias Karmouche reafirmou a necessidade de uma mudança no cenário político brasileiro durante solenidade de entrega de carteira da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS).

“Se nós temos a oportunidade de fazer uma mudança, essa mudança começa aqui”, destacou o Presidente da OAB/MS junto aos 57 novos advogados e advogadas e 4 estagiários que receberam carteira nesta quarta-feira (07).

“Essa semana de forma inédita, o Ministro do STF, Luis Roberto Barroso, determinou a quebra do sigilo bancário de um Presidente da República. Temos, pela primeira vez na história, um presidente sendo investigado por corrupção durante curso de seu mandato. Isso coloca em cheque a Presidência da República. Por isso, é dentro da Constituição que devemos buscar a solução para nosso país. Não acho que uma intervenção militar nos moldes como está se propagando vai ser a solução para nós. Tenho certeza que é muito fácil pedir intervenção, quero ver pedir a volta da democracia”, ressaltou Mansour sendo aplaudido pela plateia.

O Presidente da OAB/MS também citou sobre a falta de postura da sociedade quanto ao atual Presidente, como quando milhares foram à rua anos atrás quando Dilma Roussef presidia o país. “Mas e agora, qual a solução? A Ordem tem essa função de ser porto e farol da sociedade, mas nós não somos nada sozinhos. A nossa união com a sociedade demonstramos de forma clara, como quando questionamos Plano Diretor, Taxa do Lixo, e outras demandas, como a duplicação da BR-163. Essa força só vem da união de esforços”, citou.

Luciana Azambuja, Ex-Secretária-Geral Adjunta da OAB/MS e Subsecretária de Políticas para Mulheres foi Madrinha da Turma e relatou sobre o combate a violência contra as mulheres. “É responsabilidade de toda a sociedade acabar com essa mal da violência que vitima hoje milhares de mulheres e crianças. Nós não podemos ficar indiferentes, mas sim mudar a realidade do nosso país. Nós, advogados e advogadas, exercemos uma importante função social, nos compadecemos das injustiças e buscamos resolver conflitos. Essa será a missão de vocês daqui para frente. Que sejamos todos atuantes na defesa e garantia dos direitos humanos, que sejam combativos no direito das mulheres. Combater a violência é papel de toda a sociedade”.

Ela também parabenizou a OAB/MS pela 1ª Conferência Estadual da Mulher Advogada que trará Maria da Penha em maio.

Orgulhosa de ser madrinha da turma, a Subsecretária finalizou citando o Artigo 133 da Constituição, “o advogado é indispensável à administração da justiça, sendo inviolável por seus atos e manifestações no exercício da profissão, nos limites da lei. A Constituição assegura o papel do advogado, não é privilégio, é garantia constitucional e nenhuma outra profissão por mais nobre que seja tem esse patamar”.

O Advogado João Antônio Argelin Figueiredo fez o discurso representando os novos advogados e advogadas. “Advogar nos dias atuais é muito mais que querer, é persistência, teimosia e vocação. O desafio é muito mais que exercer uma profissão, é tirar dela o seu sustento de modo ético, honesto e justo”. João, que foi Presidente da Comissão de Acadêmicos e Estagiários de Direito (CAEDI), ainda parafraseou  Winston Churchill. “Não vamos desistir nem falhar. Vamos até o final. Lutaremos em todos os campos, vamos lutar nas salas de audiência, com confiança, defendermos com ética nossas convicções e faremos justiça custe o que custar. Vamos lutar nas ruas, vamos lutar na Ordem, nos tribunais. Nós nunca nos renderemos. Obrigado”.

Exemplo de determinação também é Izabela Cristia Soares de Queiroz, filha de Cristia Mara, que recebeu a carteira da OAB/MS hoje e sonha em ser juíza. “Ela passou no Enem ainda no 1° ano de Ensino Médio, quando começou a cursar Direito na UFMS, ainda com 15 anos. Na época, ela era muito nova e eu tinha receio de ela não ter maturidade, mas ela sempre foi muito estudiosa, tanto que com 19 anos, ano passado ela passou no Exame da Ordem. Hoje, com 20 anos, ela recebe a carteira e cursa a Escola de Magistratura, um orgulho para nós da família”, diz a mãe.

Participaram da mesa o Vice-Presidente Gervásio Alves de Oliveira Júnior; o Secretário-Geral Marco Aurélio de Oliveira Rocha; o Presidente da CAAMS, José Armando Amado; a Vice-Presidente da CAAMS, Herthe Brito; o Diretor-Geral da Escola Superior da Advocacia (ESA), Ricardo Pereira; o Presidente do Tribunal de Ética e Disciplina, Marta Taques; a Conselheira Estadual Maria Caroline Carloto; e a Vice-Presidente da Comissão da Jovem Advocacia e de Defesa do Direito do Consumidor, Janine Delgado. 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
MÍDIAS SOCIAIS