| | |
OABMS

Notícias

Projeto Cinema-Direito-Memória recebe Rene Siufi para debater “Testemunha de Acusação"
Data: 12/06/2018

Um clássico para quem estudou Direito. “Testemunha de Acusação” foi o filme escolhido para a 1ª sessão do Projeto ‘Cinema-Direito-Memória’, promovido pela Comissão de Cultura e Tribunal de Ética e Disciplina (TED), que contou com a participação do Advogado Rene Siufi, ex-Presidente da OAB/MS. 

A Presidente da Comissão de Cultura, Delasnieve Daspet, fez a abertura do evento agradecendo “o apoio incondicional” da Presidente do TED, Marta Taques; do Advogado, João José de Souza Leite; da Diretoria da OAB/MS, CAAMS e ESA/MS,  das Comissões da Jovem Advocacia, da Mulher Advogada e dos Idosos, das Pessoas com Deficiência e da Acessibilidade (CODIPED), além de outros setores. “Porque ninguém faz nada sozinho”, enfatizou. 

“Quando se fala de memória, a primeira coisa que vem a cabeça são as memórias individuais, aquelas que de alguma maneira se armazenam no cérebro. Não há memória sem aprendizado e nem aprendizado sem experiência. É isso que queremos deixar aos colegas, o conhecimento dos advogados e advogadas que ajudaram a escrever a história da advocacia no nosso Estado, como nos é apresentada hoje. Por isso, o convite ao Doutor Rene Siufi como debatedor, protagonista das grandes causas do imaginário forense e criminal de Mato Grosso do Sul, com notório conhecimento jurídico. Um verdadeiro conhecedor dessa arte que é o Direito Penal”, disse Delasnieve. 

  

O Vice-Presidente da OAB/MS, Gervásio Alves de Oliveira Júnior cumprimentou a organização e os presentes falando sobre a importância e a magnitude do projeto. “É um evento de interesse não apenas da advocacia, mas de toda a sociedade. Este projeto “Cinema-Direito-Memória” traz não só a memória de um povo, de uma classe, mas também o aprendizado do direito e o resgate do cinema como elemento fundamental no desenvolvimento da cultura moderna. Nós teremos aqui não apenas uma visão através da cultura, uma visão de como funciona um júri, mas também a tradução de uma experiência, desse grande Advogado que é o Doutor Rene Siufi”. E complementa: “Me sinto honrado com a presença de todos. Espero que esse seja como muitos dos projetos desenvolvidos por essa gestão da Ordem, levado a diante com respaldo da advocacia sul-mato-grossense”.

Um vídeo as Série “Memórias” foi passado aos presentes no início de evento contando um pouco da história do Advogado Plinio Soares Rocha, que cursou a Faculdade de Ciências Jurídicas do Rio de Janeiro e trabalhou com o ex-Presidente da OAB/MS, Wilson Barbosa Martins em seu escritório. Após contar casos marcantes de sua vida como advogado, ele deixa uma mensagem a jovem advocacia: “Tem que lutar. Sem luta não se consegue nada. Da luta do advogado que vem o progresso da classe e do advogado em si”.

 

  

Baseado em uma peça teatral de Agatha Christie, a produção dirigida por Billy Wilder é considerada um dos melhores filmes de tribunal já feitos. Ele conta a história da defesa de Leonard Vole, acusado de assassinar uma viúva rica que contrata um brilhante advogado Wilfrid Robarts, famoso pelos “casos vencidos”.   

O filme “Testemunha de Acusação” deixou os presentes comovidos com o desfecho imprevisível para um filme da década de 50, ainda em “preto e branco”. A plateia ficou até o fim da noite para ouvir um pouco da história de Rene Siufi. 

Com 47 anos de experiência, Rene Siufi, ex-presidente da OAB/MS, entende a advocacia criminal como algo que ultrapassa o simples exercício profissional. Para isso, ele cita o Artigo 21 do Código de Ética: “É direito e dever do advogado assumir a defesa criminal, sem considerar sua própria opinião sobre a culpa do acusado”.  

Não havia assunto que Rene não emocionasse os presentes, principalmente a Jovem Advocacia, que interessada em sua lida forense, participou indagando sobre casos famosos e sobre uma época em que os processos não eram digitais e as dificuldades eram muitas. Suas palavras deixou a certeza de que sua história se confunde com a história do Tribunal do Júri no Estado.    

Ao fim, Delasnieve agradeceu a presença de todos nesse “debate tão produtivo, um embrião de um projeto que tem muito ainda a crescer e trazer mais filmes e histórias para serem contadas e compartilhadas”.

 

 

 

 

 

 

OUTRAS NOTÍCIAS
MÍDIAS SOCIAIS