| | |
OABMS

Notícias

Em episódio raro, Advogado Abrão Razuk assume provisoriamente Presidência do TRE-MS
Data: 03/12/2018

O Juiz Eleitoral Abrão Razuk, oriundo da classe jurista, um dos representantes da advocacia na Corte, assume a Presidência do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) nesta segunda e terça-feira.

Abrão, que é Pai do Diretor-Tesoureiro da OAB/MS, Stheven Razuk, assumiu a Presidência hoje em razão da ausência dos Desembargadores João Maria Lós e Sérgio Fernandes Martins, Presidente e Vice-Presidente do TRE-MS, respectivamente, que participam do XII Encontro Nacional do Poder Judiciário, em Foz do Iguaçu/PR.

 

 

“É a primeira vez que um advogado preside uma sessão jurisdicional no Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul. É uma honra para todos nós podermos estar aqui como colegas de plenário. Vossa excelência traz uma experiência muito grande da advocacia e é um grande exemplo da importância da oxigenação dos tribunais, não só eleitorais, mas todos os tribunais jurisdicionais administrativos, da participação de advogados”, disse o membro efetivo, na classe de jurista, Daniel Castro Gomes da Costa.

A Juíza Elizabete Anache também parabenizou Razuk. “Quero aproveitar a oportunidade para externar os meus cumprimentos e enobrecer esse momento, que representa um marco não só para a advocacia, mas para a magistratura como um todo. É um símbolo da sua competência e seu nome honrado. Meus parabéns”.

Emocionado, Razuk agradeceu os colegas pelas palavras. “Ter a honra de assumir a presidência provisoriamente do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul, que goza de um prestigio muito grande não só em Mato Grosso do Sul, como em todo o país, é uma emoção muito grande. É um exemplo para minha família, para os meus descendentes. É um premio de realização de vida. É uma honra ser magistrado. Muito obrigado”.

  

Trajetória

 

Razuk lembra um pouco dos 50 anos de carreira. “Era um sonho desde menino fazer direito, seguir a carreira jurídica. Comecei a advogar em 9 de fevereiro de 1968. A minha primeira petição foi em marco de 1968. Comecei como advogado, pertencente a gloriosa Ordem dos Advogados do Brasil e hoje na qualidade de jurista que estou aqui pelo correspondente ao 5° Constitucional. É uma emoção muito grande presidir essa Corte, Poder Judiciário respeitado no país inteiro. É uma homenagem aos meus colegas advogados. Já fui Juiz de Direito concursado, Defensor Público, uma trajetória nesse via jurisdicional e advocatícia”.

Razuk deixa uma mensagem aos jovens advogados e advogadas. “Basta seguir as palavras de Ulpiano: “Viver honestamente, não lesar a outrem, dar a cada um o que é seu”. E explica: “Exercer com dignidade e com ética, fiel ao seu cliente, sobretudo dignificar a Ordem dos Advogados do Brasil, que dali que saem os Magistrados, os Promotores. A juventude tem o dever de respeitar o Estatuto Ético da Ordem dos Advogados do Brasil. Eles, os Advogados, que amanhã serão a base do Poder Judiciário e do Ministério Público”, concluiu emocionado.

Nascido em Campo Grande (MS), Abrão Razuk é formado pela Faculdade de Direito de Sorocaba (SP) e especialista em Direito Civil. Já foi Juiz de Direito em Aquidauana e Miranda, Vice-Presidente da Academia Sul-Mato-Grossense de Letras e membro efetivo do TRE-MS, na classe jurista, no biênio 2015/2017. Atualmente, é membro efetivo do Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS), na classe jurista.

Sua caminhada também foi homenageada no último dia 23 de novembro com a Medalha Ministro Célio Silva, outorgada pelo Colégio Permanente de Jurista da Justiça Eleitoral Brasileira (Copeje).

OUTRAS NOTÍCIAS
MÍDIAS SOCIAIS