Notícias

OAB/MS e ACICG lançam 2º Fórum Permanente de Segurança de Fronteira

Data:

O 2º Fórum Permanente de Segurança na Fronteira, promovido pela Comissão de Segurança Pública (CSP) e Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), foi lançado pela Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), nesta sexta-feira (25). O objetivo do evento é debater a situação de fronteira e assuntos de interesse da Segurança Pública do Estado, além de promover a integração entre as forças de segurança, sociedade civil e entidades da área, na busca de soluções aos problemas existentes.

O evento será composto por cinco painéis que terão como debatedores: o Ministro de Fronteiras de Portugal, Carlos Alberto Matos Moreira; Ministro Arnaldo Giussio, da Secretaria Antidrogas do Paraguai; Consultor da Organização das Nações Unidas (ONU), General Carlos Alberto dos Santos Cruz; Superintendente Regional da Polícia Federal, Cléo Matusiak Mazzotti; Superintendente Regional da Polícia Rodoviária Federal, Luiz Alexandre Gomes da Silva e o Delegado da Receita Federal em MS, Edson Ishikawa.

O Presidente da Seccional, Mansour Elias Karmouche, pontuou que a instituição tem se destacado desde a gestão passada pela atuação em defesa da sociedade sul-mato-grossense. “A questão de Segurança Pública hoje está no topo dos quesitos que a sociedade almeja. Esse Fórum é muito importante e vai de encontro aos anseios da população. Vamos discutir a criação de um laboratório de inteligência integrado com a Bolívia e Paraguai para que a gente possa combater o crime organizado e transfronteiriços. Todas as instituições envolvidas no evento, junto à OAB/MS, cobrando, fazendo a sua parte com esses eventos que integram todas as forças de polícia, cumpre com o seu papel e finalidade social”, disse.

De acordo com o Presidente da Associação Comercial e Industrial de Campo Grande (ACICG), João Carlos Polidoro, problemas das fronteiras de MS afetam todo o País e medidas de combate são imprescindíveis. “É necessário que façamos nossa contribuição, imediatamente, na busca de soluções para essa situação. Assim como toda a sociedade, os setores de comércio, indústria e serviços sofrem com a criminalidade, o contrabando e o descaminho. Portanto, para combater os problemas de segurança na fronteira e mitiga-los ao máximo, estamos junto com a OAB/MS realizando esse fórum para debater nacionalmente essa questão”, destacou.

O Fórum Permanente de Segurança na Fronteira conta com a realização da Escola Superior de Advocacia (ESA) e da Caixa de Assistência dos Advogados (CAA). Tem o apoio do Governo de MS, Associação dos Diplomados na Escola Superior de Guerra (ADESG), Fundação de Cultura de MS, UEMS, Clube Estorial e rede de supermercados Comper. As inscrições estão abertas e podem ser feitas aqui, gratuitamente.