Notícias

OAB/MS entrega carteira de número 25.000

Data:

A Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), alcançou nesta quinta-feira (3) a entrega da carteira 25.000. Ao todo 51 novos advogados (as) receberam o documento que lhes dá o poder de atuação nesta tarde.

Compuseram a mesa de honra o Presidente da Ordem Mansour Elias Karmouche; Vice-Presidente Gervásio Alves de Oliveira Junior, Diretor-Tesoureiro Marco Rocha; Conselheiro Federal e Vice-Diretor da Escola Nacional de Advocacia Luis Cláudio Alves Pereira (Bito); Conselheira Estadual e Madrinha da turma Ildália Aguiar de Souza Santos; Conselheiro Estadual Walfrido Azambuja Junior; Diretor-Geral da Escola Superior de Advocacia (ESA/MS) Ricardo Souza Pereira e a Presidente da Comissão da Jovem Advocacia Janine Delgado.

Ao discursar, o Vice-Presidente Gervásio destacou que todas as profissões têm as suas virtudes, problemas e dificuldades e que a advocacia também tem as suas, mas é possível vencer. “Sempre digo essa frase: o sol nasceu para todos. Sempre há um campo de trabalho que podemos alcançar e ocupar o nosso espaço. Para isso não precisa ser mau profissional, não precisa extrapolar os limites éticos. Em nossa profissão lutamos e defendemos o que há de mais sagrado na pessoa humana, que é a sua liberdade, o seu patrimônio, seus direitos de ir e vir, o respeito ao seu suor, igualdade e desigualdade nas suas peculiaridades”, explicou.

Gervásio também falou da função do advogado em atuar pela defesa da cidadania e do estado democrático de direito. “Não há advocacia onde impera o absolutismo, onde não há leis e respeito a elas. Vocês, aos proclamarem o respeito às leis e ao estado democrático de direito, estão sedimentando o espírito, o caminho que devem nortear todas as suas atividades. Assim, exercerão uma nobilíssima contribuição à sociedade e ao desenvolvimento do nosso País, principalmente a todos vocês dentro do princípio maior de que a utilidade que prestamos a nós mesmos é igualmente proporcional àquela que praticamos a toda a sociedade”.

Com a vez da palavra, a Presidente da Comissão da Jovem Advocacia cumprimentou a todos os presentes e destacou o otimismo pela profissão. “Escutamos que a advocacia não é uma profissão de resultado e rentável. Que se você não tem nome, não tem padrinho não será bem-sucedido. Mas quero dizer para vocês que isso não é verdade, é possível trilhar o seu caminho de sucesso. Temos inúmeros campos de atuação a serem explorados e há espaço para todos os bons profissionais. Que são aqueles que se dedicam, estudam e trabalham com ética, se empenhando para resolver o problema dos seus clientes. Agora vocês têm o poder de iluminar a nossa sociedade perante a uma escuridão de injustiças, de direitos que não são cumpridos, se dediquem ao conhecimento e estejam conosco”, enfatizou Janine.
Ricardo Pereira falou da árdua missão da advocacia e do papel da ESA/MS. “As vitórias vêm não com o bater na mesa, não com o gritar, não com o tentar se impor pelo nome que tem. A advocacia só dá frutos para aqueles que têm argumentos para questionar e defender aquilo que acredita. Essa é a missão da Escola de Advocacia: promover o ensino continuado. Por isso, semanalmente temos eventos gratuitos que todos podem participar. A nossa Escola está de portas abertas para vocês”, convidou.

O Conselheiro Federal Cláudio (Bito), que há 20 anos atua como advogado, falou do momento especial e lembrou de quando viveu a mesma experiência. “A Advocacia possibilita que tenhamos com o fruto do digno trabalho ascensão profissional, social e fazer a diferença no local em que se vivemos. É importante trabalhar, ganhar honorários, mas a advocacia vai muito mais além disso. Dá possibilidade de trabalhar pelo o que é certo, justo, correto em prol daqueles que precisam. Isso é o que chamamos de legado. Saiam daqui hoje sabendo que uma nova porta se abre na vida e ela é espetacular, permite fazer diferente, trabalhando dignamente e mudando a vida das pessoas para o bem”, aconselhou.

Ildália que também foi madrinha da turma citou que depois de uma batalha intensa de cinco anos de estudos ferrenhos chegou o dia magnânimo. “Entre todas as profissões, entendo que a advocacia é a que melhor representa a cidadania e os preceitos da nossa sociedade. É o advogado que defende aquele cidadão que tem os seus direitos ameaçados, ofendidos e violados”. E completou: “não esqueçam que vocês representam o primeiro juízo de admissibilidade. Quando forem atender um cliente sejam honestos, corretos, éticos, informe quais são de fato os direitos. Advogar é fazer Justiça. Sejam muito bem-vindos”.

O juramento foi lido por Suedi Aparecida Farias Paulino e a oradora da turma foi a Advogada Raquel Mendes da Silva. “Exercer a advocacia é uma grande responsabilidade. É assumir a importante missão de defender a sociedade e administrar a Justiça. Em um país como o nosso em que a desigualdade é gigantesca, tal incumbência é redobrada, pois a função precípua da advocacia de dar voz ao indivíduo se torna um mandato para aqueles que têm a sua fala infirmada e silenciada”.

Discurso do Presidente

Mansour Elias Karmouche começou seu discurso dando as boas-vindas aos novos advogados. “É com muita satisfação que nós recebemos vocês aqui para essa solenidade de compromisso para entrega de carteira. Esta instituição, além de fazer a defesa da sociedade, agrega e recebe vocês com muito carinho e amor”.

O Presidente da OAB/MS reforçou em seu discurso a importância da profissão e das prerrogativas. “Quando alguém tem um direito violado é que se entende para que serve um advogado. A OAB serve para isso, para defender a sociedade brasileira. Vocês somam hoje 100 novos colegas, com o compromisso feito pela manhã, que se juntam a mais de um milhão de advogados e advogadas no mercado de trabalho”.

Ele concluiu exaltando que “a Ordem de Mato Grosso do Sul tem feito esse compromisso: de combate à corrupção e mazelas públicas. Tudo isso, sempre dentro da lei e da Constituição Federal. E é isso que sempre pedimos para que se aja dentro das leis. Vocês têm a mesma responsabilidade e vamos cobrar isso. Peço que se dediquem à profissão e a utilizem da melhor forma possível. Se esforcem e sejam os melhores em tudo”, concluiu sendo aplaudido pelo auditório.

Carteira 25.000

A advogada Vanessa Machado Souza, de 22 anos, recebeu a carteira das mãos do Presidente da OAB/MS. Junto ao pai, emocionado, ela agradeceu a conquista e explica que Direito não foi à primeira opção, mas ao ter contato, se apaixonou pela advocacia. “Eu queria fazer Administração ou Contabilidade, mas pelas oportunidades na área decidi pelo Direito. Não me arrependo. Amei. Fiz a escolha certa”.

“Receber essa carteira hoje é a realização de um sonho para mim e para minha família”. Foram cinco anos de faculdade difíceis. Na metade da faculdade, eu perdi m8inha avó, eu morava com ela e meu pai, ela me criou. Foi uma perda terrível. Quase desiste, mas tive auxílio da minha família, principalmente de meu pai. Terminar a faculdade e já receber a carteira foi maravilhoso”, diz Vanessa que agora pretende junto a uma amiga, que recebeu carteira de manhã, e o namorado abrir um escritório.

Sem esconder a emoção, o pai, Pedro Paulo Souza Sobrinho, disse estar orgulhoso da filha e da carreira escolhida. “Gratidão. Tivemos muito trabalho nos cinco anos, mas a Vanessa sempre se empenhou. Ela é merecedora, campeã. É mérito não da família, que ajudou sempre, mas dela. Eu formei junto com ela”.