Notícias

Laboratório de Inovação e Tecnologia recebe os primeiros projetos externos para acompanhamento jurídico

Data:

O Laboratório de Inovação e Tecnologia (LITech) da Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS) recebeu os primeiros projetos externos para acompanhamento jurídico. O recebimento foi em reunião nesta quinta-feira (8), no Plenário da instituição e contou com a presença do Vice-Presidente, Gervásio Alves de Oliveira Júnior.

O Vice-Presidente da OAB/MS explica que o LITech foi criado com o intuito de inserir a instituição e a advocacia sul-mato-grossense no segmento tecnológico. “Como o Presidente Mansour tem dito, daqui a 10 anos esse modelo de advocacia estará extinto e temos que nos adaptar. Contamos com o apoio de instituições parceiras para nos auxiliar nesse processo e permitir que essa Comissão vá avante. O laboratório vai permitir desenvolver ferramentas de interesse da instituição e toda a advocacia, trazendo modernidade. Nós da Direção estamos à disposição do projeto e envidaremos todos os esforços que forem necessários”, disse Gervásio de Oliveira.

O espaço, cuja missão é formar um ecossistema jurídico para toda a classe atuante do Estado, é o primeiro do Brasil. Alternativo e informal, tem a função de receber e propagar idéias na área da tecnologia, podendo ser de origem interna ou externa (parceiros). A partir disso, realiza conexão entre instituições públicas e colaboradores que possam favorecer a advocacia sul-mato-grossense.

De acordo com o Vice-Presidente da Comissão e responsável pela análise técnica dos projetos, Marcelo Manoel Ferreira, um dos projetos recebidos refere-se a proposta de monitoramento de propaganda eleitoral, de autoria de um residente do laboratório; outro de crédito de carbono, direcionado pelo laboratório do Living Lab, e o terceiro da Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS) que abrange três segmentos na área jurídica, do agronegócio e saúde.

“Houve o direcionamento para algumas comissões conforme a especificidade dos assuntos, como a de Meio Ambiente em que o Presidente Arlindo Muniz se fez presente na reunião e vai acompanhar o projeto relacionado ao agronegócio”, disse Marcelo.

Participaram também da reunião o Professor da UFMS, Renato Ishii; o Diretor-Presidente da Fundect, Márcio de Araújo Pereira; representando o Ministério Público Estadual, Paulo Zeni e Ricardo de Melo Alves, além da diretoria e membros da Comissão de Inovação e Tecnologia Jurídica.