Notícias

OAB/MS e CNJ se unem para expandir uso de ferramentas e plataformas virtuais

Data:

Mais uma vez a Ordem dos Advogados do Brasil, Seccional Mato Grosso do Sul (OAB/MS), sai na vanguarda no cenário nacional. Na tarde desta terça-feira (9), o Presidente Mansour Elias Karmouche e o Presidente do Conselho Nacional de Justiça Luiz Fux assinaram digitalmente Termo de Cooperação Técnica com objetivo de expandir o uso de ferramentas e plataformas virtuais.

A parceria visa implementar ações conjuntas que assegurem à Seccional o acompanhamento da adesão ao ‘Programa Justiça 4.0’ pelos Tribunais no âmbito do Estado do Mato Grosso do Sul. A execução dos trabalhos será feita pelo Laboratório de Inovação e Tecnologia Jurídica (Litech), que foi o primeiro do País a ser instalado nas dependências de uma Ordem dos Advogados.

Para o Presidente da OAB/MS Mansour Elias Karmouche, é um prazer fazer parte deste projeto-piloto que colocará à disposição da advocacia sul-mato-grossense e brasileira todas as novas plataformas virtuais do Judiciário. “Agradeço ao Ministro Luiz Fux e ao Secretário-Geral Valter Shuenquener por oportunizar esta iniciativa inovadora, muito importante para a Justiça Brasileira. Tenho certeza que nós como advocacia e maior cliente do Poder Judiciário podemos contribuir muito para o aprimoramento destas novas tecnologias e inserção da nossa advocacia no Judiciário do século XXI”.

De acordo com o Presidente do CNJ Luiz Fux, com a assinatura do Termo de Cooperação Técnica, o CNJ e a OAB do Mato Grosso do Sul se unem para promover ações voltadas à expansão do uso das ferramentas e plataformas tecnológicas. Ele explicou que a OAB/MS vai acompanhar a adesão do ‘Programa Justiça 4.0’ no âmbito do Estado tendo por escopo aprimorar o atendimento prestado aos advogados, mediante iniciativas digitais que integram o Programa como ‘Balcão Virtual’ e ‘Juizo 100% Digital’.

Luiz Fux destacou, ainda, que o ‘Programa Justiça 4.0’ é desenvolvido pelo CNJ com a cooperação do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento e anuência da Agência Brasileira de Cooperação. Segundo ele, as ações são todas executadas promovendo base para uma transformação revolucionária da prestação jurisdicional, tendo como foco a inovação e transformação do Poder Judiciário. “O Conselho Nacional de Justiça tem se empenhado em garantir essa incursão na Era Digital. Com essa parceria junto à Ordem dos Advogados do Brasil em Mato Grosso do Sul, essa prática certamente se expandirá para outras Seccionais brasileiras, no sentido de construirmos uma Justiça mais eficiente, próxima do cidadão e, acima de tudo, uma companhia indissolúvel entre a Justiça e os advogados”.

A execução do Termo de Cooperação Técnica será realizada pelo Laboratório de Inovação e Tecnologia da OAB/MS, por meio de mapeamento que tem por objetivo a efetivação do ‘Programa Justiça 4.0’ em Mato Grosso do Sul. “Faremos ações para mensurar a qualidade dos serviços prestados à nossa advocacia. Depois, vamos passar um relatório ao Conselho Nacional de Justiça e com isso construir soluções para melhorar o atendimento prestado pelo Poder Judiciário ao advogado”, explica a Coordenadora dos trabalhos Dayane Lupoli.

 

Texto: Laura Holsback / Fotos: Gerson Walber